O coito programado é um tratamento de baixa complexidade que consiste no acompanhamento médico do ciclo menstrual, através de ultrassonografias transvaginais, e orientação ao casal do melhor momento para a relação sexual em casa.

O coito programado pode se dar em um ciclo natural da paciente, ou pode ocorrer em um ciclo estimulado com baixas doses de medicamentos, por via oral ou injetável subcutânea, que auxiliam na indução da ovulação.

Quando o ciclo é estimulado por medicamentos, iniciamos o tratamento a partir dos primeiros dias da menstruação (2° ao 3°). Durante esse processo, a paciente é acompanhada a cada 2 a 3 dias por meio de ultrassons transvaginais que observam o crescimento do folículo, o local onde o óvulo se desenvolve. Quando o folículo está do tamanho adequado, com cerca de 18 mm, aplica-se uma injeção subcutânea do hormônio hCG, que permite que a ovulação ocorra entre 36 e 40 horas depois. Dentro desse período o casal deve ter relaçãos sexuais.

O tratamento dura em média 15 dias, contando com o início da medicação, iniciada no segundo ou terceiro dia do ciclo menstrual, até o dia da relação sexual programada. Após 15 dias, a mulher já pode realizar o teste de gravidez.

Essa técnica é indicada principalmente para mulheres que apresentam alterações na ovulação, mas que tenham pelo menos uma das trompas pérvias, isso é, não obstruída, e ausência de alterações no colo do útero. O homem deve ter a análise seminal normal.

CONTATO